Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Arte&Cultura’ Category

ceu_capa_2009

Finalmente, um disco de “Nova MPB” que não tem os mesmos, mesmos, mesmos timbres de sempre: registro vocal derivado da Bebel Gilberto, violão acústico e batuque primário à frente de tudo na mixagem final, ou ainda aquela insuportável levada funky-afro-malaca que Lenine disseminou feito gripe suína em qualquer intérprete e produtor de “música brasileira moderna”.

Aliás, estamos falando aqui de MCMB – música classe média brasileira. Porque popular, mesmo, é Calypso e Vitor & Léo – dois nomes que inclusive fizeram sucesso com coisas diferentes do esperado nos seus estilos musicais dentro do Brasil.

Completamente esfumaçada, coladinha no dub (por conseqüência, além do reggae óbvio) e com colaborações e parcerias de finíssima estirpe (Curumin, Gigante Brazil, BNegão, Guizado, Catatau, Bactéria, Chiquinho e muitos outros), este segundo disco de Céu tem a necessária elegância e classe que se espera de uma artista em ascensão e apadrinhada pelo stablishment. Acima de tudo, tem relevância, este artigo em extinção.

“Vagarosa” conta, desde a capa, com um bom gosto que merece ser valorizado. Eis um ótimo sintoma do”efeito Vanessa da Mata” para as novas cantoras brasileiras. Esta levou sua música a novos patamares no terceiro disco, “Sim”, um sucesso popular real com sua sonoridade mega-estereofônica e internacionalizada produzida por Mario Caldato e Kassin – e com a participação dos mestres do reggae jamaicano, Sly & Robbie, em diversas faixas.

Já Céu conseguiu fazer isso ainda melhor, pois o approach não é tão pop: livre da obsessão de emular um sambinha ou qualquer outra coisa “de raiz”, esta praga presente na maioria das suas concorrentes diretas, ela resolveu sair um pouquinho mais da caixa, olhou para o mundo em volta e, no final, trouxe um olhar musical voltado para a frente, mas sem esquecer de onde veio.

Tudo isso é bem diferente desse revivalismo meio vazio e careta que a maioria dos intérpretes de MCMB têm para oferecer: hello modernos reaças, não tem ninguém de pé descalço numa roda de samba e comendo feijoada neste momento… Com quem vocês estão falando? A música brasileira é um patrimônio com muito mais a dar do que isso, e este disco de Céu deixa esta certeza bastante clara. Trata-se de um legítimo exemplar de música brasileira contemporânea.

Merecem os parabéns também, é claro, a dupla de produtores Beto Villares e Gustavo Lenza, que agregaram uma série de efeitos, timbres, instrumentos e detalhes sampleados que saltam aos ouvidos nesse disco completamente smoked.

Se o primeiro disco de Céu já a deu a indicação para um Grammy, será uma injustiça se o reconhecimento não for maior do que isso nesta nova investida. Não é à toa que a Billboard, uma revista 100% porta-voz do mercado (e que aliás chega em versão nacional em outubro) vem pagando o maior pau para ela.

Alisson Avila

Read Full Post »

Slide1

Clique aqui e conheça o festival australiano que promove os novos nomes e idéias da arte, vindos de vários cantos do mundo.

Como de praxe no comportamento dos anos 00, o festival (desde o seu nome) começa dizendo o que ele “não é”, antes de dizer o que é. “Não sei o que quero, só sei do que não gosto”…

AA

Read Full Post »

camille-21

Exercitar os neurônios é mais do que necessário em tempos de zapping e 140 caracteres: confira a entrevista de Camille Paglia à revista Cult.

Da redação

Read Full Post »

Slide1


Nova temporada de exposições de arte contemporânea promovida pela agência recebe trabalhos inéditos e retrospectivos de três nomes de destaque da cena das artes visuais no Brasil


(confira imagens dos artistas no final do post;
entre em contato para imagens em alta definição)

A Aktuell abre no dia 14 de agosto a quinta temporada de exposições do Projeto Portfólio, com os artistas convidados Deddo Verde, Marcelo Amorim e Nino Cais. A exposição é aberta ao público para visitação, mediante agendamento.

2

(mais…)

Read Full Post »

Estaremos abertos para visitação mediante agendamento a partir do dia 14 de agosto.

Da redação

Read Full Post »

chico

Alguns jornais já começam a celebrar a data, que para qualquer um ao redor dos 30 anos tem lá sua carga dramática de inevitável passagem do tempo: “Da Lama ao Caos”, de Chico Science & Nação Zumbi, completa 15 anos (!!!) de lançamento.

Por que diabos este registro está aqui no blog da Aktuell? Por um motivo simples: não existe comunicação, posicionamento e relacionamento de marcas com pessoas sem um entendimento do comportamento jovem e da cultura pop (expressão que aliás deve desaparecer em breve, pois em termos massivos “cultura” e “pop” são praticamente a mesma coisa) combinados com o seu tempo histórico. A agenda do mundo e as conversas de bar pautam a publicidade e o marketing e vice-versa; basta recordarmos alguns dos principais GPs de Cannes deste ano (Best Job in the World, Barack Obama, The Zimbabwean).

(mais…)

Read Full Post »

CHA_agosto

Não percam hoje, nossa amiga Ale no comando das pickups, lá na Funhouse!

Da Redação

Read Full Post »

Older Posts »