Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Pet FAshion Week’

Nos dias 24 e 25 de abril, Aktuell traz para São Paulo o mais respeitado evento pet do mundo, onde o público e seus pets poderão conferir as novidades internacionais e brasileiras do segmento

O mercado pet mundial cresce anualmente 12% e, de acordo com a Euromonitor International, movimenta cerca de US$65 bilhões. Só o Brasil, segundo colocado no ranking mundial deste segmento, movimenta mais de US$ 9 bilhões/ano entre alimentos, medicamentos, higiene, estética, centros de adestramentos e hotéis para atender seus 48 milhões de pets. Tudo isso tem um motivo muito especial: cada vez mais esses bichinhos ocupam lugar de destaque na vida de um em cada seis brasileiros. Mais do que amigos, agora eles são como filhos.

“Pets são os novos bebês deste milênio”! Premissa que Mario DiFante – empresário americano e presidente do mais respeitado e luxuoso evento do segmento pet do mundo, a Pet Fashion Week – acredita e é levada a sério pelo empresário brasileiro Rodrigo Rivellino – diretor-presidente da Aktuell Comunicação – que trouxe o evento para o Brasil. Envolto nessa atmosfera, é que acontece a primeira edição da Pet Fashion Week São Paulo, nos dias 24 e 25 de abril de 2010, no Sheraton São Paulo WTC Hotel, na capital paulista.

Já consagrado em Nova York e Tóquio, onde acontece há cinco e dois anos, respectivamente, o evento tem o objetivo de atender às necessidades e demandas das mais sofisticadas empresas e profissionais da indústria pet, oferecendo a oportunidade de apresentarem ao varejo seus produtos e inovações nos segmentos de moda, tosa e lifestyle. “Estamos muito confiantes neste projeto, falamos de um mercado muito promissor que está em quase 70% dos lares A/B do nosso país. É um evento que, não só, apresenta novidades e tendências do setor, mas um meio muito interessante para as marcas poderem se relacionar com as pessoas, afinal a atmosfera é 100% emocional, legítima e com conteúdo relevante para aqueles que amam seus animais”, completa Rivellino.

A edição brasileira do evento foi adaptada, além da área de trade show e desfiles, que também acontecem no exterior, a Pet Fashion Week São Paulo será aberta ao público. Segue aqui as atrações do evento:

Trade Show – área exclusiva para marcas e profissionais do trade pet. São cerca de 40 expositores, entre nacionais e internacionais, que vão apresentar as novidades em roupas, acessórios e produtos para animais. Destaque para as marcas internacionais Les Poochs (França), Manfred of Sweden (Suécia), Romy & Jacob (Canadá) e Ken Yoshitake (Japão), que chegam ao mercado brasileiro através da PFWSP.

Outras empresas já confirmadas: Centagro, Crystal Dog, DrogaVet, Dog´s Care, Empório Pet, Empório Animal, Fashion Cão, Instituto Sierra, Pet Finess, Pet Society, Pet Mell, Pet in Bag, SoroPet e Woof.

Desfiles – Serão dois desfiles no dia 24 de abril, um às 17h e outro às 20h, para convidados. Ao todo são nove marcas participantes, sendo 6 nacionais e 3 internacionais, cada uma deve desfilar entre 5 a 8 looks sob o tema New York Street Styles – inspirado em importantes locais de Nova York como a 5th Avenue (Upper East Side), Bleecker Street (West Village), Spring Street (Soho), Chelsea Hotel (Chelsea) e da Bedford Street (Brooklyn).

As grifes internacionais que vão apresentar as tendências são: a peruana Alqo Wasi, a americana Bullyware, a argentina Margoff, as canadenses Hartman & Rose e Romy and Jacob e a sueca Manfred of Sweden. E as nacionais são: Empório Animal, Inés e Pharo.

O público poderá conferir a transmissão da edição da tarde por meio de telão instalado na área de visitação. O desfile noturno será beneficente, arrecadando doações para o Instituto Cão Guia Brasil.

Clínicas – Alguns dos principais nomes do setor nos Estados Unidos lideram palestras sobre Dermatologia Canina (Jessica Melman), Tosa (Kathy Rose), Obediência (Harrison Forbes) e Pet Fashion Trends (Mario DiFante).

Competição de Tosa by Les Poochs – os oito melhores tosadores brasileiros participam do concurso de tosa de poodles gigantes, nos dois dias da PFWSP, aberto ao público. A cada dia, quatro profissionais mostram o seu talento.

Exposições – “Looks Caninos por Grifes Brasileiras”, com a participação de estilistas como, por exemplo, Glória Coelho , “Global Pet Jackets by Manfred of Sweden” e os finalistas do “Fashion Institute Technology Awards”.

Área de Convivência – aberto ao público para visitação, com exposição de produtos, Pet Store, Café Lounge, stands dos principais parceiros do encontro e transmissão dos desfiles.

A Pet Fashion Week São Paulo tem investimento de R$1,5 milhão e espera receber 8 mil pessoas durante os dois dias de evento.

Compromisso

Outro diferencial da PFWSP é o apoio ao Instituto Cão Guia Brasil, entidade sem fins lucrativos que treina cães brasileiros para serem doados como cães guias a pessoas portadoras de deficiência visual. “É uma satisfação poder ajudar uma das instituições brasileiras que realizam um trabalho tão sério e belo como o de treinar cães guias. Para se ter idéia, hoje o Brasil têm cerca de seis milhões de pessoas portadoras de deficiência visual e apenas 70 cães guias, sendo que somente o Instituto Cão Guia Brasil tem mais de seis mil pessoas na fila de espera”, afirma Rivellino.

Pet Fashion Week São Paulo

Dias 24 e 25 de abril – das 10 às 20 horas
WTC Golden Hall – Av. das Nações Unidas, 12559 – Brooklin

Entrada: Profissionais – gratuito mediante cadastro com CNPJ pelo site do evento
Público – R$35,00 (permitida entrada de pets – leve a carteira de vacinação)

www.petfashionweeksp.com
Mais informações:

MktMix Assessoria de Comunicação
Tânia Otranto/ Balia Lebeis/ Roberto Ethel
Tel: (11) 3060-3640
Thaís Vallim – r: 3626 – thais@mktmix.com.br
Bia Cabañas – r: 3625– biacabanas@mktmix.com.br / (11)9357-9477
www.mktmix.com.br

Anúncios

Read Full Post »

No mês de dezembro, muitas coisas aconteceram aqui na Aktuell. Uma delas foi a visita de Mario Di Fante, idealizador da Pet Fashion Week (PFW) de Nova York e Tokyo.

O motivo da visita?  Ele veio apresentar a palestra do último evento do Luxury Marketing Council deste ano, que teve como tema: “Muito Além das Pet-Shops: O Promissor Segmento Premium Chega ao Brasil”. Isso porque a Aktuell é a agência responsável pela edição do PFW em São Paulo 2010.

Veja algumas fotos do que aconteceu!

Mario Di Fante

Vera Lopes, Mario Di Fante e Paôla Mansur

Palestra sobre: "Muito Além das Pet-Shops: O Promissor Segmento Premium Chega ao Brasil"

Muito mais no nosso flickr.

Da redação

Read Full Post »

“Pets são os novos bebês deste milênio”. A frase do norte-americano Mario Di Fante, idealizador da Pet Fashion Week, resume bem o espírito deste mercado e as oportunidades ao redor dele. “Basta lembrar que ontem, mesmo sendo uma pessoa do ramo, eu fui a uma festa de aniversário de um gato pela primeira vez”. Ele não estava nos Emirados Árabes, e sim na Rua Oscar Freire, em São Paulo, com outros 200 convidados. “O Brasil é um mercado com muitas possibilidades por conta da sua localização geográfica, diversidade de matérias-primas e qualificação de mão de obra artesanal para a produção de produtos exclusivos”.

Mario e um de seus amigos

Di Fante foi o convidado especial da Aktuell na palestra “Muito além das pet shops: o promissor segmento Premium chega ao Brasil”, dentro da programação anual de atividades do Luxury Marketing Council brasileiro. Ele fechou a temporada de encontros do LMC este ano anunciando a chegada da Pet Fashion Week ao Brasil, em abril de 2010, em um projeto ambicioso desenvolvido ao lado da Aktuell.

A edição nacional acontecerá no World Trade Center, em São Paulo, com todo tipo de atividade: desfiles, trade show, concursos, exposições, inovações do mercado, novas marcas que chegam ao Brasil e por aí vai. A seguir uma imagem do encontro de ontem:

Menos filhos, divórcios, a diminuição do tamanho dos pets e a busca de companhia na terceira idade são alguns dos fatores factuais apontados por Di Fante como justificativa para este crescimento. Já a humanização da relação com os animais, a opção pela vida de solteiro, a decisão ou dificuldade em ter filhos, a “celebrização” dos animais e seus donos e ainda o aumento da informação a respeito da criação de diferentes tipos de animais em casa são apontados como os drives comportamentais para a sustentação deste mercado. “Animais nunca serão uma ‘tendência’, pois eles são uma opção e sobretudo um compromisso para toda uma vida”. E que podem deixar a vida humana durar mais, vide as pesquisas da Delta Society nos EUA.

O Brasil é apontado como mercado promissor por conta dos números: os Estados Unidos, líderes disparados deste segmento, movimentam US$ 43 bilhões em uma população de 302 milhões; o Japão, hoje terceiro colocado no ranking de negócios, gira US$ 10 bilhões em negócios pet para uma população de 130 milhões; e o Brasil, agora segundo colocado global, fatura US$ 11 bilhões em uma população de 190 milhões de pessoas. “A relação entre faturamento e população, mesmo com as diferenças sociais do Brasil, evidenciam que há muito espaço para crescer”.

Cena da Pet Fashion Week Nova York 2009

Ele deu o exemplo do segmento de rações, que explodiu no País quando as empresas chegaram investindo em marcas, segmentação e alimentos funcionais. O Brasil inclusive cresce acima da média anual de norte-americanos e japoneses. “Hoje é possível estender a vida de um pet com alimentos especiais, tratamentos terapêuticos e mesmo cirurgias de transplante ou injeções de insulina”, conta Di Fante.

Outras promessas internacionais para o universo pet são os Emirados Árabes, a Índia e a Rússia, sobretudo a capital Moscou. Surpreendentemente, a China ainda não desponta como fator de atração massivo: “em um país com mais de um bilhão de pessoas, há somente 23 milhões de animais tradados como ‘pet’ do jeito que compreendemos”.

Depois de falar de números, foi a hora dos cases e exemplos. Louis Vuitton e Gucci investem neste segmento há décadas, sobretudo a Gucci, conhecida também por seus acessórios de couro para cavalos. E os exemplos, de certa forma absurdos, foram se somando: chaise dog de US$ 200.000, tesoura de tosa de US$ 275.000, casinhas com conceito arquitetônico a partir de US$ 5.000, um colar de US$ 300.000, uma capa de US$ 18.000; e a marca de cosméticos Les Poochs, com produtos custando até US$ 3.000… Sem contar os carros com equipamentos para acomodar melhor os animais tanto no porta-malas quando no meio do painel frontal, como acontece no Japão:

Estes dados dizem respeito a todo tipo de pet, não somente os cães. “Eles são a maioria, até porque gatos são muito mais independentes e animais como répteis, cobras, aves, peixes, cobras e mesmo insetos acabam sendo uma parte menor do contexto”. No meio de tanto dinheiro que pode erguer e destruir coisas belas, entretanto, ficou o recado de Di Fante: “na minha opinião, o lugar destes animais exóticos é na natureza, não na casa das pessoas”.

Alisson Avila

Read Full Post »

O diretor-presidente da Aktuell, Rodrigo Rivellino, é um dos palestrantes do Below the Show, que como diz o nome vai falar das estratégias e criações por trás do mercado de eventos e plataformas de entretenimento do País. A palestra do nosso RR vai se debruçar sobre as pratas da casa: Athina Onassis International Horse Show, Class 1, Pet Fashion Week, Vira Cultura e por aí vai, incluindo cases pioneiros como o Nokia Trends de 2006.

Saiba mais sobre o Below the Show aqui.

Da Redação

Read Full Post »